A Energia Solar em Laticínios

A Energia Solar em Laticínios

A energia fotovoltaica tem crescido exponencialmente no Brasil devido a sua aplicabilidade e retorno financeiro nos mais diversos tipos de ambientes. Na indústria de laticínios não é diferente, e este texto busca explorar as vantagens que indústrias deste tipo podem ter ao instalar energia fotovoltaica, além de esclarecer algumas questões frequentes.

 

A energia fotovoltaica consiste no aproveitamento da luz solar para geração de energia elétrica por meio de células construídas especificamente para este fim. Estas células são encapsuladas nos chamados módulos fotovoltaicos, que são conectados entre si e até um equipamento chamado inversor, que converte a corrente contínua gerada pelos módulos em corrente alternada. Devido a sua flexibilidade e modularidade na instalação, cada vez mais consumidores tem instalado sua própria geração, contribuindo para a expansão da geração distribuída.

 

A Geração Distribuída teve seu grande marco no Brasil em 2012, quando surgiu a REN 482/2012, que instituiu regras mais simples para consumidores que queiram instalar sua própria geração por meio de fontes renováveis, como a energia fotovoltaica. Foi estabelecido o sistema de compensação de energia, no qual o prosumidor (nome dado aos consumidores de energia com geração própria) ganha créditos de energia ao injetar o excedente na rede, garantindo assim que este investimento terá um retorno econômico.

 

Veja por que a energia solar fotovoltaica pode ser um excelente investimento para a indústria de laticínios.

 

Características das indústria de laticínios

 

Dadas as suas características, indústrias de laticínios são um lugar bastante propício para instalação de energia fotovoltaica, tanto de um ponto de vista econômico quanto do ponto de vista técnico. O setor no Brasil como um todo possui um elevado faturamento, que chegou em 2016 a 67 bilhões de reais anuais. A produção do leite em si tem sua maior concentração no estado de Minas Gerais, onde está cerca de 27% da produção nacional. No entanto, apesar dos números impressionantes o Brasil é importador de leite! Estes fatos indicam que esta indústria tem enorme potencial para crescimento dentro do nosso país, ao mesmo tempo em que é bastante competitivo.

As indústrias de laticínios contam com diversos equipamentos e muitas cargas para a realização de seus processos de fabricação que consomem bastante energia elétrica, tais como: equipamentos para refrigeração, bombeamento de fluidos, aquecimento, mistura, limpeza, entre outros processos. Equipamentos que contam com motores elétricos e refrigeração são os principais responsáveis pelo grande consumo de energia elétrica observado nas indústrias de laticínios em geral.

Percebe-se portanto que a energia elétrica é um importante insumo para a produção de derivados do leite.

 

Porque instalar energia fotovoltaica?

 

Dada a importância da energia elétrica para o processamento dos produtos destas indústrias, ações para aumentar a eficiência energética da produção são essenciais para garantir uma maior competitividade, tendo em vista ainda as altas tarifas de energia elétrica.

O investimento em energia ainda pode ser financiado para estas indústrias, ainda mais por estarem inseridas no contexto do agronegócio, que possui acesso a linhas de financiamento bastante favoráveis e tornam o retorno do investimento algo certo.

É possível hoje contar com diversas linhas de financiamento com taxas bastante atrativas, tais como o Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária – INOVAGRO, e de bancos tais como o Santader e Sicoob.

Com o acesso facilitado a boas linhas de financiamento e taxas atrativas, muitas vezes as parcelas de financiamento ficam abaixo do valor economizado com a conta de energia! Contando ainda com o prazo de carência, isso significa que a economia já começa a partir do momento em que o sistema fotovoltaico é instalado e está operando.

Caso o produtor decida investir com recursos próprios, é possível obter um retorno de investimento em menos de 4 anos. Como os painéis fotovoltaicos têm vida útil acima de 25 anos, é um investimento em que se configuram grandes retornos a longo prazo.

 

As vantagens instalar energia fotovoltaica em laticínios

 

De um ponto de vista técnico, a energia fotovoltaica possui muitas vantagens, o que torna o investimento bastante seguro e confiável. Seguem algumas das vantagens deste investimento:

 

  • Grandes áreas disponíveis: normalmente as indústrias de laticínios possuem grandes áreas de telhado ou em áreas rurais que permitem a instalação de tudo que for necessário para reduzir a conta de energia ao valor mínimo;
  • Baixa manutenção: uma verificação semestral e limpeza dos painéis poucas vezes ao ano são suficientes para manter o sistema em perfeitas condições de funcionamento. Portanto, o sistema irá trabalhar para gerar energia sem praticamente nenhuma interferência no funcionamento do local;
  • Alta durabilidade: os módulos possuem garantia de produção de pelo menos 25 anos, mostrando a longevidade deste investimento;
  • Os equipamentos não interferem no funcionamento da instalação elétrica: com uma correta avaliação da instalação elétrica local feita por profissionais experientes, o sistema fotovoltaico funciona de forma independente, gerando energia para alimentar as cargas e enviando o excedente para a rede;
  • Sem ruído: os equipamentos emitem um baixo ruído, que não irá interferir no dia-a-dia da operação;

 

Como ainda é bastante recente no Brasil a implementação de energia fotovoltaica, muito se questiona sobre sua confiabilidade e se ela consegue entregar de fato o que promete. A SolarVolt tem mais de 450 sistemas fotovoltaicos instalados para mostrar que a tecnologia funciona perfeitamente, gerando o retorno esperado.

Dadas a consolidação da tecnologia e as enormes vantagens de instalar um sistema fotovoltaico, ela configura-se hoje como um dos principais investimentos que uma indústria de laticínios pode realizar a fim de garantir menores custos e melhores condições para sua produção.

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.