O Que Significa ser Sustentável e Por Que Investir Nessa Corrente

O Que Significa ser Sustentável e Por Que Investir Nessa Corrente

Como ser sustentável? Primeiramente, você sabe qual a diferença entre ser sustentável e sustentabilidade? Ao contrário do que muitos pensam, esses termos não têm o mesmo significado. O termo sustentável está relacionado ao uso dos recursos naturais ofertados pela natureza de maneira consciente, ou seja, sem comprometer sua disponibilidade para as gerações futuras. São ações que vão além de separar o lixo para a reciclagem ou plantar árvores.

Já a sustentabilidade está diretamente ligada a atividades e ações que têm como propósito suprir as necessidades dos seres humanos, por meio do desenvolvimento material e econômico, causando o menor impacto possível ao meio ambiente. Dessa forma, os recursos naturais são utilizados com consciência, garantindo que as gerações futuras os tenham sem que as atuais precisem abrir mão deles.

Neste post, nosso intuito é dar dicas de sustentabilidade e de como ser sustentável. Vamos lá?

Quais os benefícios em ser sustentável?

Primeiramente, é preciso deixar claro que não só as empresas, como também as pessoas também podem ser sustentáveis. Mas como a atitude de uma única pessoa pode ajudar a preservar os recursos naturais? É simples: uma vez que você faz a sua parte, você deixa de prejudicar o meio ambiente. Dessa maneira, economizar água, utilizar energias renováveis, como a energia solar, separar o lixo para a reciclagem e consumir produtos que possuem embalagens recicláveis são atitudes sustentáveis que você pode praticar. Além disso, essas práticas também trazem benefícios para você, como, por exemplo, a economia na conta de luz e ganho extra com a reciclagem de produtos.

Para as empresas, ser sustentável é uma via de mão dupla: ao mesmo tempo que a empresa contribui com o meio ambiente, ela pode vir a se beneficiar. Ao utilizar os recursos naturais de maneira racional, a empresa passa a ser vista com bons olhos pelos consumidores, além de servir de exemplo para seus funcionários. Assim, vender seus produtos se torna mais fácil! Além disso, o governo reduz alguns impostos com o objetivo de  incentivar boas condutas como esta, sem mencionar que ao se investir em energias renováveis é possível reduzir um dos principais custos operacionais de um negócio que é  o consumo de energia elétrica, além da geração de empregos.

Vista frontal da planta crescendo a partir de moedas

Mas como posso investir nessa corrente?

Através de simples ações é possível ser uma pessoa sustentável e ajudar o planeta. Veja como:

  • Reduzindo o consumo de água;
  • Reduzindo o uso do carro, evitando a emissão de gases causadores do efeito estufa;
  • Separar o lixo reciclável do orgânico;
  • Não jogar óleo de cozinha em ralos de pias, uma vez que o óleo contamina as águas e mata os ecossistemas nela presente;
  • Economizando energia através da utilização mais consciente desse recurso, como a implementação de lâmpadas LED , utilização de equipamentos elétricos mais eficientes ou gerando sua própria energia por meio dos recursos renováveis, como a energia solar fotovoltaica. 

A geração da energia tem ganhado um papel impactante na sociedade. Com o desenvolvimento das tecnologias se tornou possível aproveitar um dos recursos energéticos mais importantes para a vida que é o sol. É possível aproveitar esse recurso tanto para aquecimento de água, por meio de um sistema com placas solares, como para geração de energia elétrica através dos módulos fotovoltaicos.

Assim como se faz necessário um consumo consciente, devemos ser eficientes também na escolha dos equipamentos utilizados na geração de energia. Uma boa dica é sempre se atentar aos selos do PROCEL presentes em todos os equipamentos comercializados no Brasil, procurando sempre por produtos com a classificação mais próxima de “A”. Em respeito ao consumidor e ao planeta, nós da SolarVolt utilizamos sempre boas práticas nos nossos  projetos de geração e os melhores produtos e equipamentos do mercado.

Ao gerar sua própria energia, você economiza.

A EPE (Empresa de Pesquisa Energética) é um órgão federal que realiza anualmente estudos e avalia aspectos sobre o consumo de energia no Brasil. Segundo o estudo mais recente de 2019, a principal forma de produção de energia no Brasil é por meio de hidrelétricas e apresenta como fonte de complementaridade usinas termelétricas, como as usinas a carvão e outros combustíveis, por exemplo. 

Gerando sua própria energia, você acaba reduzindo o preço da sua conta de luz visto que é mais caro gerar energia utilizando-se de combustíveis fósseis.  

As indústrias vêm se tornando cada vez mais automatizadas, fazendo cada vez mais uso de motores e consequentemente, vem consumindo mais energia elétrica. Além das indústrias, também temos aumentado o consumo de energia em nossas casas com um maior uso de equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos. Os nossos aquecedores e ar condicionados tem sido os maiores vilões da nossa conta de luz e do nosso bolso.

Outro grande vilão do desperdício de energia são as perdas causadas pelo percurso da energia das usinas geradoras até os consumidores, e quanto maior o percurso dessa energia, maiores são as perdas. Em algumas regiões do país a energia pode percorrer mais de 100 mil quilômetros até o seu destino final. 

Quando se tem a geração perto dos consumidores, denominada geração distribuída, as perdas são as mínimas, especialmente em sistemas fotovoltaicos, porque a fonte e os equipamentos ficam distantes por poucos metros. Diante de tanta eficiência e vantagens, é notável o crescimento da geração solar no Brasil. Ser solar é ser sustentável! 

Uma empresa sustentável deve, acima de tudo, não agredir o meio ambiente ao utilizar os seus recursos. Além disso, deve utilizá-los de maneira consciente e evitar que eles se esgotem num futuro próximo. Apesar de parecer complexo, são práticas simples que tornam  uma empresa sustentável. 

Algumas delas são:

  • Fazer uso de produtos reciclados ou reciclar as próprias embalagens;
  • Utilizar fontes alternativas de energia;
  • Inspecionar com frequência a infraestrutura da empresa, garantindo, assim, que não esteja ocorrendo nenhum vazamento de água;
  • Não estocar matéria-prima em grande quantidade, evitando que estrague e seja necessário seu descarte;
  • Fazer embalagens que se decomponham mais rapidamente;
  • Utilizar produtos biodegradáveis;
  • Reduzir o uso de papel;
  • Evitar o uso de veículos próprios, priorizando o transporte público;
  • Incentivar os funcionários e colaboradores da empresa a terem hábitos mais sustentáveis.

É possível ser sustentável e ter sustentabilidade!

Agora que você já conhece a diferença entre ser sustentável e sustentabilidade, sabe que, para ajudar o meio ambiente, as empresas e pessoas precisam ter as duas atitudes. Por isso, vamos dar algumas dicas de sustentabilidade que abordam esses dois públicos:

  • As pessoas e, principalmente, as empresas devem ter conhecimento da legislação ambiental, e tomar atitudes que condizem com ela;
  • Participar de ações que tenham como intuito a proteção e a recuperação do meio ambiente;
  • Reciclar o lixo produzido, especialmente em empresas em que a quantidade de produtos descartados é grande;
  • Economizar água e reutilizá-la sempre que possível.

Ser sustentável é essencial para a preservação do meio ambiente. Com toda certeza, ao adotar ações sustentáveis, os recursos naturais não se esgotam, podendo ser utilizados por gerações futuras. O sol é um recurso abundante e não se reduz com o seu uso para geração. Venha ser sustentável, venha ser solar com a SolarVolt!

Conhece mais alguma dica que não citamos aqui? Compartilhe com a gente nos comentários!

Revisado por

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


2 Respostas a “O Que Significa ser Sustentável e Por Que Investir Nessa Corrente”

Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.