Desvende os 5 principais mitos sobre placas solares

Desvende os 5 principais mitos sobre placas solares

O uso da energia de fontes renováveis se torna cada vez mais comum, principalmente devido às preocupações com as mudanças climáticas. Nesse contexto, uma das fontes de energia mais cobiçadas é a luz solar, que atua através do uso de placas solares.

Atualmente, já encontramos grandes projetos realizados e otimizados para o uso de usinas solares, mas será que essa tecnologia é a melhor para sua residência? Para ajudar você nessa decisão, no post de hoje, desvendamos os principais mitos quanto ao uso das placas solares:

Falta energia em dias nublados

As placas solares geram energia através da luz do sol e, portanto, a eficiência energética realmente é reduzida em dias nublados. Entretanto, isso não significa que as placas irão parar totalmente de produzir energia, pois ainda há luminosidade durante o dia.

Dessa forma, a falta de luz solar em dias nublados não gera prejuízo para uma residência no Brasil. Afinal, o maior produtor de energia solar em residências é a Alemanha, país com menos horas de exposição à luz solar do que o Brasil.

O investimento não compensa o retorno

O tempo de vida das placas solares é de até 25 anos, e você economizará energia por todo esse tempo sem precisar gastar mais dinheiro. O retorno no valor investido deve vir em cerca de sete anos — podendo chegar ainda mais cedo, em cinco anos.

A manutenção do sistema será um problema

As placas solares não precisam de muita manutenção, já que não têm partes móveis que se desgastam facilmente. O recomendável é que você apenas limpe as placas, usando uma mangueira uma vez ao ano para evitar que eles percam um pouco de sua eficiência.

Algumas pessoas sequer fazem essa limpeza, pois a água da chuva pode ser suficiente para limpar as placas. Ainda assim, é bom verificar se não há acúmulo de algo que bloqueie as placas, como folhas de árvore.

A energia excedente pode ser acumulada

Isso pode ser feito com a utilização de um sistema “off grid”, ou “fora da rede”. Nesse caso, você pode armazenar a energia excedente em baterias. O problema é que essas baterias aumentam o custo do sistema.

Portanto, o sistema mais recomendável para quem quer economizar energia, principalmente em áreas urbanas, é utilizar o sistema “on grid”, ou “na rede”. Nesse sistema, a energia produzida em excesso é direcionada para a rede, dando créditos em sua próxima conta de luz. A sua conta será a diferença entre a energia que gastou da rede elétrica e a que você produziu para ela.

Qualquer um pode instalar placas solares

Fazer a ligação de um sistema à sua rede de energia é arriscado, ou seja, é melhor contar com profissionais capacitados, não é mesmo? No caso da realização da ligação de seu sistema de placas solares à rede de distribuição de energia, é preciso que um profissional da área faça o pedido à distribuidora. Assim, conte sempre com profissionais capacitados para fazer suas instalações!

As placas solares aproveitam uma fonte de energia renovável que, além de beneficiar o meio ambiente, ajuda na hora de economizar na conta de luz.

O sistema é simples de ser mantido e lhe dará retorno, faça chuva ou faça sol. Conte com especialistas e sua instalação será um sucesso! Quer saber mais como economizar utilizando energia de fontes alternativas? Veja aqui 4 produtos que funcionam com energia solar.


SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.