O que é um eletroposto e como ele ajuda na disseminação de energia limpa

O que é um eletroposto e como ele ajuda na disseminação de energia limpa

Os carros elétricos estão deixando de ser uma ideia distante para se tornar uma realidade cada vez mais consolidada aqui no Brasil. Junto com eles, vem o eletroposto, uma estrutura simples e eficiente para o carregamento dos veículos. Uma combinação infalível para a disseminação de energia limpa, no país e em todo o planeta. 

Para entender do que estamos falando, é essencial conhecer o funcionamento dos carros elétricos, suas principais formas de carregamento e a lógica por trás dos eletropostos, estações de carregamento em franco crescimento por aqui. 

Já imaginou ter um carro que não gera impacto negativo no planeta e que ainda pode ser carregado com energia limpa e a custos baixíssimos ou mesmo sem custo? Isso é possível e está cada vez mais perto de você! 

Veja os pontos que vamos abordar nesse artigo:

  • Como funcionam os carros elétricos?
  • Como carregar carros elétricos?
  • Então, o que é um eletroposto?
  • O que é preciso saber sobre postos de carregamento de carros elétricos no Brasil?
  • Qual o custo de carregamento de carros elétricos?
  • Como alimentar o eletroposto?
  • Como o eletroposto ajuda a distribuir energia limpa por aí?

Boa leitura!

Como funcionam os carros elétricos?

A cada dia, em todo o mundo, tem aumentado a procura pelos carros elétricos. O que eles têm de tão diferente que os transformam em uma alternativa mais sustentável?

As principais vantagens são a economia e o baixíssimo impacto para o meio ambiente. Os carros elétricos não liberam gases que agravam o efeito estufa. É o contrário dos veículos movidos a combustíveis fósseis (como o carvão, o gás e, principalmente, o petróleo), cuja queima gera muitos resíduos poluentes na atmosfera.

Os veículos elétricos funcionam por meio da geração de uma corrente elétrica e contam com quatro componentes essenciais: bateria, inversor, motor de indução e sistema de recuperação de energia. 

O inversor transforma a corrente elétrica em alternada, o que aciona o motor e faz o carro andar. A missão do sistema de recuperação é não permitir desperdício de energia. 

Em linhas gerais, é como se o tanque de combustível fosse substituído por uma bateria, que armazena a energia e é recarregável — outro fator essencial para a classificação dos veículos elétricos como alternativa sustentável, capaz de equilibrar progresso com preservação de recursos. 

Como carregar carros elétricos?

Não dá para evitar: ao pensar em investir em um carro elétrico, é preciso conhecer bem quais são as formas de carregamento do veículo, assim como o custo de carregamento dos carros elétricos. Afinal, ninguém quer correr o risco de ficar parado sem bateria, fora de casa, não é mesmo?

A boa notícia é que atualmente existem várias formas de carregar carros elétricos, desde a boa e velha tomada que todos temos em casa até o ultramoderno e eficaz eletroposto. Vamos entender: em casa, é possível usar as tomadas de 110V ou 220V, mas o processo completo pode durar de 12 a 36 horas, a depender da tensão e da amperagem. Justamente por isso, nem sempre é uma alternativa muito prática, apesar de bastante acessível. 

Outra possibilidade é adquirir um carregador específico, chamado de “wallbox”. Esse aparelho utiliza uma tomada trifásica que permite a entrega de mais energia em menos tempo. 

Por fim, temos que falar do eletroposto, um posto de carregamento especializado, que pode ser privado ou instalado em locais públicos, com uso gratuito ou não. Os eletropostos funcionam de forma diferente dos carregamentos domésticos, com carga extremamente rápida, que varia de 20 a 40 minutos. Interessante, não é?

Então, o que é um eletroposto?

Os eletropostos são estações de carregamento de veículos elétricos, totalmente adaptadas a uma carga eficiente e de alta velocidade. O equipamento pode ser de 22kW, que gera uma recarga semirrápida, ou de 50kW, capaz de uma recarga ultrarápida, que não passa de 20 minutos para completar a bateria de um veículo.

A utilização é bastante simples e não necessita de suporte de terceiros, bastando que o motorista conecte o cabo do equipamento ao veículo. Aí, é só esperar! 

O que é preciso saber sobre postos de carregamento de carros elétricos no Brasil?

A primeira informação a se saber quando o assunto é eletroposto no Brasil, é que eles estão em franco crescimento. Então, se você está considerando investir na construção de um eletroposto, saiba: é um ótimo negócio e a tendência é que ganhem cada vez mais força. 

O Brasil conta, atualmente, com uma série de incentivos do governo para a compra de carros elétricos, como a redução de impostos, um programa de desenvolvimento do setor e, ainda, uma importante resolução da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). 

A resolução 819/2018 permite àqueles que queiram investir em eletropostos cobrar pelo serviço, o que acaba incentivando mais empresas a se envolverem nessa busca por soluções mais sustentáveis, ampliando a infraestrutura no Brasil. 

Hoje existem cerca de 500 eletropostos públicos no país e a mesma quantidade de estações particulares. Os números têm crescido a cada dia, como resultado do aumento dos investimentos e da busca constante por soluções mais sustentáveis. 

Inclusive, o maior corredor com postos de carregamento para veículos elétricos na América Latina é nosso, o Corredor da Via Dutra, que liga Rio de Janeiro e São Paulo. Já dá para viajar tranquilo por ali!

Qual o custo de carregamento de carros elétricos?

Com tudo o que já vimos até aqui é fácil perceber que o custo de carregamento dos carros elétricos não é fixo e varia de acordo com a forma escolhida. 

Para o carregamento doméstico, é preciso calcular o custo do quilowatt-hora (kWh). Basta checar a potência do veículo em Watts e multiplicar pelas horas de carregamento, que variam de 12 a 36. 

No caso do “wallbox”, o maior investimento é exatamente a instalação da estrutura, cerca de R$ 7.000,00 do equipamento. A esse preço, podem ser somados eventuais custos com adaptação da rede elétrica da residência. 

E é justamente por isso que o eletroposto é um aliado tão importante de quem quer investir em um carro elétrico — há diversas opções totalmente sem custo para o usuário.  As estações de carregamento estão espalhadas pelas estradas ou mesmo em pontos centrais das principais cidades, como estacionamentos de shopping ou nas concessionárias de veículos. 

Como alimentar os eletropostos?

Já é um consenso que o carro elétrico é uma alternativa mais sustentável aos veículos movidos a combustíveis fósseis, principalmente porque não geram gases poluentes no meio ambiente. Mas, além disso, já parou para pensar que dá pra falar de sustentabilidade também nos processos de carregamento?

Considerando que o eletroposto é uma ótima opção para os motoristas de veículos elétricos, as formas de alimentá-lo com energia é um fator muito importante. Vale a pena buscar alternativas que sejam financeiramente viáveis e que fortaleçam os princípios de sustentabilidade e o cuidado e preocupação com o meio ambiente. 

E aqui, faz muito sentido pensar em fontes de energia limpas e renováveis, que não agridem a natureza em seu processo de geração de energia. Estamos falando de radiação solar, o vento, a água, a biomassa, entre outras. 

Não é incrível que recursos tão abundantes como a radiação solar possam gerar a energia que vai movimentar milhares de automóveis por aí?

E isso tudo é possível?

É possível, acessível e traz uma série de benefícios aos usuários e ao meio ambiente. A energia solar, por exemplo, é uma ótima opção para alimentação de um eletroposto. 

Ela é uma fonte inesgotável de energia limpa, já que não produz dióxido de carbono, um dos principais gases responsáveis pelo efeito estufa. 

Então, é a combinação perfeita: o veículo elétrico não emite gases poluentes em seu funcionamento e ainda pode ser carregado através da utilização de energia sustentável. E outra grande vantagem: no caso da energia solar, se o proprietário possuir em casa ou no condomínio um sistema fotovoltaico, o custo de carregamento pode chegar até mesmo a zero. 

Imagem: br.freepik.com

Como o eletroposto ajuda a distribuir energia limpa por aí?

Os eletropostos são parte fundamental para a difusão da utilização dos veículos elétricos, uma vez que facilitam o seu carregamento em várias situações, muitas vezes sem custos diretos para os usuários. 

Então, dá pra dizer que só pelo fato de existirem, os eletropostos já estão contribuindo consideravelmente com a diminuição do uso de combustíveis fósseis para geração de energia. E fica ainda melhor quando eles também são alimentados com fontes renováveis de energia, ampliando o impacto positivo no ambiente, sempre com foco em sustentabilidade. 

Uma escolha consciente e com muitos benefícios é a energia solar, que pode ser a fonte principal para geração de energia elétrica para os eletropostos. O planejamento e instalação devem ser executados por uma empresa com vasta experiência e muitos projetos de sucesso, para garantir os resultados esperados. 

A SolarVolt é o nome que você procura: já são quase dez anos de experiência em planejamento e implementação de projetos de energia fotovoltaica, seja residencial ou corporativo. São mais de 1.500 projetos homologados e 60.000 kWp instalados. 

Nossa equipe é composta por engenheiros e técnicos altamente qualificados, que passam por atualizações constantes. Isso significa que eles são capazes de oferecer não só as tecnologias e soluções mais modernas, mas também estão atentos às mudanças na regulamentação no país. 

Em nossos projetos, fazemos a análise da sua necessidade e também das condições do terreno. Assim conseguimos elaborar uma proposta personalizada que vá ao encontro da sua necessidade, com economia e eficiência. 

Ficou interessado? Peça um orçamento e se prepare para acelerar em direção ao futuro das soluções de energia.

Revisado por:

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.