Indústria Cervejeira: como reduzir o custo fixo com energia solar

Indústria Cervejeira: como reduzir o custo fixo com energia solar

A indústria cervejeira é uma das que mais cresce no Brasil. De acordo com o Anuário da Cerveja de 2020, o setor cresceu 14,4%, atingindo a marca de 1383 estabelecimentos produtores de cerveja no país (e 36,4% nos últimos cinco anos). Sendo também uma das atividades mais relevantes para a economia brasileira, segundo a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja – Cerv Brasil.

Alinhada às práticas de sustentabilidade, a indústria cervejeira tem investido cada vez mais em energias renováveis. O que é muito bom para o país e também para o bolso do empresário. Aqui, destaca-se a energia solar. Nos últimos anos, a presença dessa energia na indústria cervejeira cresceu e diversas fábricas passaram a utilizá-la 100% para a produção das cervejas.

Neste artigo você vai saber como é possível investir em energia solar em cervejaria, e, principalmente, quais as vantagens.

Siga os tópicos:

  • Cervejarias demandam alto custo de energia
  • Vantagem competitiva e sustentável
  • E por que é sustentável?
  • E como funciona?
  • Em que local instalar?

Cervejarias demandam alto custo de energia

É comum ouvir dizer que a produção de cerveja demanda um alto consumo de água, afinal são quatro litros de água para cada litro produzido de bebida. Entretanto, a produção de cerveja implica também um rigoroso processo que precisa considerar a qualidade do produto, pH, temperatura, qualidade dos ingredientes, entre outros diversos fatores. E aqui a energia elétrica é demandada em quase todos os processos (resfriamento, envase, rotulagem etc.).

Estudos apontam que, para cada 100 litros de cerveja produzida, são necessários de 7,5 a 11,5 kWh de energia elétrica. Segundo a Empresa de Pesquisa Energética, 9,2% do consumo energético no país é da indústria de alimentos e bebidas, que inclui as cervejarias. Esse setor tem um gasto energético de quase 27.000 GWh anuais. 

A utilização de um sistema fotovoltaico em uma fábrica de cerveja possibilita a economia de até 90% do valor gasto com energia elétrica. Estamos falando de uma geração própria de energia e também da injeção do excedente no sistema da rede distribuidora. Saiba mais sobre a geração distribuída aqui.

Em média, painéis solares possuem uma garantia de performance de 25 anos, com baixíssima perda de eficiência. Já o tempo médio de retorno para esse tipo de investimento varia de três a cinco anos. Esse cálculo depende de variáveis como o investimento total realizado e a geração média mensal do sistema de energia solar (kWh), considerando tarifas de energia (R$/kWh) que podem ser diferentes de uma região para outra. Além disso, atualmente, o investimento em energia solar oferece rentabilidade média de 24% a.a., superior à Poupança ( 4,73% a.a.) e outras aplicações de Renda Fixa, como Tesouro Selic (5,22% a.a.) e CDB (5,73% a.a.).

Vantagem competitiva e sustentável

A indústria, em geral, tende a investir cada vez mais nas práticas sustentáveis e em diversos tipos de ações relacionadas com a preservação do meio ambiente, como o ESG. Essa sigla, que significa Environmental, Social and Governance, ou “Ambiente, Social e Governança”, em tradução livre, é um indicador utilizado para avaliar práticas empresariais associadas a esses três conceitos. A adoção de energias renováveis, como a energia solar fotovoltaica, é uma dessas práticas.

Além disso, existem fundos de investimento específicos para empresas ESG no Brasil e no mundo. Dessa forma, obter esse e outros selos é algo que pode facilitar o reconhecimento como empresa sustentável.

Em 2020, por exemplo, a Natura&Co, que frequentemente investe em práticas favoráveis ao meio ambiente, anunciou o investimento de US$800 milhões em sustentabilidade.

No ramo das cervejarias, a Heineken, por exemplo, está passando pelo processo de descarbonização. A empresa anunciou que a meta no Brasil é chegar à emissão zero de carbono em seus meios de produção até 2023. E alcançar a marca de carbono neutro em toda a sua cadeia de valor no país até 2040.

Em 2019, inclusive, as duas empresas, Heineken e Natura, se uniram para transformar cerca de 2,5 milhões de copos plásticos usados no Rock in Rio 2019 em embalagens de desodorantes. Os dados dessa e outras ações estão no relatório 2019/2020 da Heineken. 

Por outro lado, investidores e consumidores também estão dando preferência às marcas que se preocupam verdadeiramente com essas práticas. Pesquisas apontam que 87% dos consumidores preferem adquirir produtos e serviços de empresas sustentáveis.

Ao investir em energia solar, a cervejaria se mostra alinhada a esse pensamento. Afinal, estamos falando de uma fonte de eletricidade limpa e renovável.

fazenda solar
Aerial view of solar power plant on green field. Electric farm with panels for producing clean ecologic energy.

E por que é sustentável?

A radiação solar é um recurso natural inesgotável, e a utilização de sistemas fotovoltaicos produz poucos resíduos sólidos. Além disso, a geração de energia elétrica por meio do efeito fotovoltaico agride muito menos o meio ambiente que a queima de combustíveis fósseis ou a produção em hidrelétricas, que provocam grande impacto ambiental.

Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – ABSOLAR, a utilização de energia solar contribui para a redução do impacto ambiental como um todo. Quando, em época de poucas chuvas, os reservatórios das hidrelétricas estão esvaziados, as termelétricas são acionadas e trabalham a todo o vapor. Isso culmina no acionamento da famosa bandeira vermelha e, consequentemente, encarece a luz. Quando os consumidores e empresas produzem a própria energia, eles ajudam a resolver esse problema.

A ABSOLAR ainda afirma que mais energia solar significa mais água nos reservatórios das hidrelétricas, menos termelétricas, menos bandeira vermelha e mais economia aos consumidores. Até 2050, a solar vai evitar o desconto de mais de R$173 bilhões da conta de todos os consumidores.

A seguir você vai entender o processo e o passo-a-passo para instalar esse tipo de energia na sua empresa.

imagem de uma grande instalação de energia solar

E como funciona?

Avaliação dos custos: antes de tudo é preciso conhecer a fundo o gasto fixo com energia elétrica na empresa para se ter noção de como serão as próximas etapas. Em seguida, é necessário buscar uma empresa idônea e experiente no mercado e fazer o orçamento para a instalação de acordo com a necessidade da cervejaria.

Facilidade para investir: Atualmente, diversas instituições financeiras oferecem linhas de crédito para esse tipo de investimento, o chamado “crédito verde”. Abaixo, enumeramos algumas dessas instituições para se buscar um financiamento especificamente nessa área.

BDMG FOTOVOLTAICO: linha de crédito em Minas Gerais para contratação indireta (via integradores de energia solar), para projetos fotovoltaicos focados principalmente no autoconsumo;

FNE Sol: financiamento de sistemas de micro e minigeração distribuída de energia por fontes renováveis em estados da região Nordeste;

Santander CDC Sustentável: financia a compra de máquinas e equipamentos para geração de energia renovável, uso eficiente dos recursos naturais e tratamento de resíduos.

Em que local instalar?

Chegamos à etapa de instalação do sistema de energia solar fotovoltaica. Onde será?

A princípio, basta escolher um lugar com grande incidência de luz na fábrica para instalar os painéis fotovoltaicos. É preciso fazer uma visita ao local para avaliar a viabilidade do projeto, identificando áreas de sombra, como edificações, vegetação, ou outras interferências que possam prejudicar o sistema. Em geral, são escolhidos telhados ou áreas planas e abertas no solo. Grandes espaços altos, planos e em áreas e com baixa densidade de prédios são lugares propícios para a instalação dos painéis. Cervejarias, no geral, possuem essas características, o que ajuda muito no processo.

Além dos painéis, que vão captar a energia solar e transformá-la em eletricidade, também são instalados os inversores. Eles vão converter a energia produzida pelos painéis de corrente contínua (CC) em corrente alternada (CA). Ou seja, convertem para a energia adequada à alimentação dos aparelhos e máquinas da indústria ou fábrica e a rede energia da distribuidora.

Depois de toda a avaliação, antes de efetivamente instalar os painéis nos locais determinados, é muito importante se adequar às regras da geração própria de energia estipuladas pela Aneel.

Saiba o que é importante verificar com a concessionária antes da construção de sua usina solar clicando aqui.

Para ter acompanhamento especializado em todo o processo de instalação do sistema fotovoltaico do seu empreendimento, e também receber orientações precisas sobre essas regras, é importante escolher com atenção a empresa fornecedora.

A SolarVolt tem quase uma década de experiência e uma equipe qualificada que conhece profundamente toda a cadeia de valor da indústria e da regulamentação brasileira atual. Nosso portfólio reúne cerca de 1.500 projetos homologados, representando um total de 60 MWp instalados. 

Nossa sede é em Belo Horizonte e atendemos clientes em todo o Brasil. Prova disso são os projetos que já realizamos em 11 estados brasileiros. Nosso serviço é composto não só da instalação dos sistemas de energia solar, mas também do estudo do terreno e de toda a elaboração do projeto solar.  

Sendo assim, podemos dar a melhor assistência em todos os passos do seu projeto de energia solar! Entre em contato conosco e solicite um orçamento.

Se você gostou desse conteúdo ou conhece alguém que poderia se beneficiar dele, por favor, compartilhe-o em suas redes sociais! A SolarVolt agradece a sua confiança.         

Revisado por:

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.