Entenda como funcionam os painéis solares

Entenda como funcionam os painéis solares

Nada melhor do que aproveitar o sol que esse nosso país tropical tem a oferecer para economizar dinheiro e, ainda, ajudar a preservar o meio ambiente, não é mesmo? Pois há uma série de maneiras de se fazer isso, utilizando a energia produzida para aquecer a água ou simplesmente secando as roupas ao natural, por exemplo. O que muita gente não sabe ainda é que é possível utilizá-lo para gerar energia elétrica na sua própria casa ou empresa!
Ao contrário de outras diversas alternativas, a produção de energia elétrica por meio da captação da luz solar é de grande viabilidade no uso doméstico, tanto que tem se tornado parte da matriz energética do Brasil, já que o país recebe uma enorme quantidade de radiação.
Hoje em dia qualquer pessoa já está devidamente autorizada a ter uma pequena geração em casa, ou seja, já é permitido aos consumidores gerar parte — ou quiçá toda — eletricidade que consomem a partir de sistemas que trabalhem junto à sua rede de distribuição. E a tecnologia que mais se adequa à essa resolução é a energia solar fotovoltaica.
Quer saber um pouquinho mais sobre esse assunto? Então confira já nosso post e tire todas as suas dúvidas! Vamos lá?

Como essa energia foi criada?

O efeito fotovoltaico foi demonstrado pela primeira vez pelo físico francês Alexandre Edmond Becquerel, por meio de um experimento, em 1839. Nessa mesma época, Willoughby Smith já havia descrito o efeito da luz em selênio durante a passagem de uma corrente elétrica, em um artigo que foi publicado na revista Nature. Mas apenas em 1883 foram construídas as primeiras células — nome de cada elemento individual do sistema fotovoltaico —, por Charles Fritts.
Desde a década de 1970, a energia solar se encontra permanentemente na pauta das discussões sustentáveis dos governos do hemisfério norte. Israel, por exemplo, foi a primeira nação a desenvolver uma política pública com esse mote, já em 1980, apesar de, nesse período, a produção mundial ainda ser muito pequena. Foi em 1994 que se deu a primeira Conferência Mundial Fotovoltaica, no Havaí, e o século XX acabou mais de mil megawatts em sistemas já estabelecidos no mundo.

E como tudo isso funciona?

Os painéis, constituídos por várias células no mesmo circuito, são utilizados para converter a luz do sol em energia elétrica. Essas células, de cor escura, normalmente são de silício ou arseniato de gálio. A produção varia de acordo com a época do ano e também com a região onde o painel é instalado, tendo em vista que esses fatores influenciam na quantidade de luz recebida.
Já as células fotovoltaicas são formadas por, no mínimo, duas camadas de materiais semicondutores, um com carga positiva e o outro, negativa. Alguns materiais exibem propriedades que os fazem absorver fótons — partículas que compõem a luz solar — e liberar elétrons. Quando a camada negativa da célula tiver absorvido fótons suficientes, os elétrons são liberados, migrando para a camada positiva. Assim é criada uma diferença de potencial entre as duas camadas, como acontece em uma célula comum.
Dessa forma, ao ligar o sistema a um eletrodoméstico, os elétrons circulam pelo circuito e criam eletricidade. Parece mágica, não é verdade? Como os sistemas fotovoltaicos só geram energia enquanto há sol, a regulamentação brasileira prevê que, durante o dia, o medidor meça se há mais geração que consumo, ou o contrário, gerando créditos ou cobrança na conta conforme essa medição, criando espécies de créditos energéticos válidos por até três anos.
E o melhor de tudo é saber que, em sua operação, os painéis são completamente limpos, ou seja, não geram resíduos ou emitem gases nocivos ao meio ambiente, ainda produzindo energia de fonte renovável.
Então por que não deixar de ser só um simples consumidor e passar a ser, também, gerador? Ficou ainda alguma dúvida? Comente aqui e compartilhe seus questionamentos e suas impressões conosco!

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


6 Respostas a “Entenda como funcionam os painéis solares”

  1. Beatriz disse:

    É possível gerar a energia num determinado lugar e compensar em outro endereço.

    1. Neto Rodrigues disse:

      Olá Beatriz! Como vai?
      Sim, é possível gerar energia em um endereço específico e compensar créditos em outro endereço.
      Contudo, é necessário que ambos os endereços estejam dentro da mesma área de concessão, ou seja, dentro da mesma distribuidora de energia!

  2. Jorge Corrêa Jr disse:

    quais os painéis mais em conta ? Quanto custa uma instalação ?

    1. Gabriel disse:

      Olá Jorge,
      Os painéis mais em conta no mercado e mais utilizado são os de silício policristalino.
      Para podermos avaliar o custo de instalação e equipamentos para atendê-lo entre em contato:
      https://www.solarvoltenergia.com.br/contato

  3. Marcelo gomes disse:

    ola! amigo gostaria de sabe qual é o valor do painel sola todo montado

    1. Gabriel disse:

      Olá Marcelo,
      Entre em contato conosco para podermos avaliar o sistema que irá lhe atender:
      https://www.solarvoltenergia.com.br/contato

Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.