ESG: O Que É, Qual A Sua Importância E Como A Energia Solar Ajuda A Melhorar O Índice

ESG: O Que É, Qual A Sua Importância E Como A Energia Solar Ajuda A Melhorar O Índice

ESG é um indicador que tem sido usado para avaliar as práticas de sustentabilidade das empresas. Esse índice orienta tanto estratégias de investimento no mercado quanto as escolhas individuais dos consumidores. 

A sustentabilidade é um dos maiores temas da atualidade. Mas muito mais do que pautar somente ações individuais e ser tema de conferências da ONU que parecem muito abstratas, o assunto tem ganhado destaque no mercado. Por meio da ESG, as empresas têm sido avaliadas quanto às suas práticas relativas ao assunto. 

Estudos do comportamento do consumidor têm revelado que as novas gerações — já a partir dos Millennials e, com ainda mais força a partir da Geração Z — têm a responsabilidade e o impacto social das empresas dentro da sua lista de prioridades. 

Uma pesquisa da Cone Communications revelou que 75% dos Millennials estão dispostos a receber um salário menor para trabalhar em uma empresa com boas políticas de responsabilidade social. Já o relatório da Nielsen mostrou que os mesmos Millennials (73%) pagariam a mais por produtos, serviços ou soluções sustentáveis. 

O peso da sustentabilidade tem se tornado tão relevante nos negócios, que tem influenciado até mesmo na bolsa de valores. Neste artigo, nós vamos explicar o que é o índice ESG nos tópicos abaixo: 

  • O que é ESG? 
  • Por que é importante se preocupar com o ESG da minha empresa? 
  • O que são investimentos ESG? 
  • Como me tornar uma empresa ESG? 

Pegue seu copo com canudo reutilizável e venha entender mais sobre este assunto tão atual. Para isso, basta continuar a leitura até o fim do texto!

O que é ESG? 

Environmental, Social and Governance. Em bom português, ambiental, social e governança, são os três conceitos que estão por trás dessa sigla que tem ganhado destaque no mercado internacional nos últimos anos. 

O ESG é um indicador usado para se referir a um conjunto de práticas que têm esses três conceitos como base. De fundo, está a necessidade de uma preocupação crescente com a sustentabilidade em seu sentido amplo, considerando não só o fator ambiental, mas também as outras dimensões de uma vida individual e social sustentável. 

O que começou somente como uma preocupação de nicho, de um grupo de pessoas sensibilizadas pelo tema das mudanças climáticas e o esgotamento dos recursos naturais, acabou se tornando um critério de investimentos do mercado. 

Os indicadores de sustentabilidade

Tradicionalmente, organizações do primeiro e segundo setor conduziam seus negócios com um grande foco nos riscos da governança. Aspectos como o compliance, a composição do quadro de diretores, práticas para evitar e coibir a corrupção no interior das empresas e organizações, a ética nos negócios eram alguns dos critérios usados para avaliar se um investimento valia a pena. 

Na última década, houve um crescimento da nossa preocupação com um modelo social mais sustentável — ou seja, que garanta a sobrevivência da espécie humana sobre a Terra por mais tempo. Junto com ele, cresceu também a importância dos critérios ambientais e sociais nessas decisões de negócios. 

Esse crescimento é visível em números concretos. Em 2018, 85% das empresas listadas no índice S&P 500 (principal indicador do mercado de ações) publicaram algum tipo de relatório de sustentabilidade, segundo o Flash Report anual da bolsa. No ano seguinte, já foram 90% das empresas.  

O altíssimo número de empresas que publicam esse tipo de documento e o aumento são dois reflexos de uma maior demanda, por parte dos investidores, de saberem como as empresas estão atuando com relação ao meio ambiente e à comunidade. 

O que significa cada índice do indicador? 

Mas o que são essas práticas que contribuem para um índice ESG positivo? A seguir, vamos entender o que significam, na prática, cada uma das letras da sigla. 

Environmental (ambiental)

Os indicadores ambientais estão relacionados à forma como a empresa lida com as questões ambientais. Alguns exemplos são as mudanças climáticas, o descarte de resíduos, a poluição gerada pelas atividades, o esgotamento dos recursos. 

Há inúmeras ações que as empresas podem adotar para melhorar o seu índice ambiental. Alguns exemplos são: 

  • adoção de matérias-primas não poluentes; 
  • uma melhor política de reciclagem de resíduos;
  • uso de energia limpa tanto para a produção quanto nos escritórios da empresa. 

Social

O aspecto social do índice ESG tem a ver com a relação da empresa com as pessoas — trabalhadores, comunidades locais, terceirizados etc. Dentro deste índice, um tema que tem tido muita relevância nos últimos anos é garantir a diversidade no quadro de funcionários e nas lideranças.  

O Magazine Luiza foi exemplo nesse sentido. Em setembro de 2020, a rede abriu um programa de trainees apenas para pessoas negras. O objetivo era oferecer oportunidade a um grupo menos favorecido socialmente e treinar esses profissionais para futuros cargos de gestão. 

E atenção: não estamos aqui falando em filantropia e nem programas de assistencialismo. Nas ações sociais do índice ESG, a boa prática social vem acompanhada de um ganho real para a empresa. 

No caso do Magazine Luiza, de acordo com o próprio presidente da Magalu, a organização vai passar a contar com profissionais qualificados que, antes, estavam em cargos abaixo da sua capacidade.  

Governança

A governança continua a ter um grande peso na avaliação das empresas, e a lista de critérios que precisam ser observados pelas organizações de capital aberto é bastante extensa. O Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBCG), referência sobre o tema no país, estabelece 4 princípios da governança: 

  • Equidade;
  • Transparência;
  • Accuntability (prestação de contas sobre as movimentações e práticas da empresa); 
  • Responsabilidade corporativa. 

Qual a importância do ESG nas empresas? 

Todo o planeta e a própria raça humana estão passando por um momento desafiador. Muitos recursos naturais, como a água doce, estão próximos de não conseguirem mais atender às nossas necessidades enquanto espécie. A situação fica ainda mais preocupante se pensarmos que a população da Terra cresce dia a dia, e as nossas atividades industriais também. 

Cientes disso, os países membros das Nações Unidas assinaram, em 2015, o documento Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Dentro dele, estão listados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Trata-se de metas reais para um mundo mais sustentável até 2030.

Para que esses objetivos sejam alcançados, é imprescindível que as empresas e o mercado tomem para si a responsabilidade. O índice ESG é uma forma de privilegiar empresas que têm práticas sustentáveis na hora de conseguirem um investimento para o seu desenvolvimento. 

Se você tem uma empresa pequena que (ainda) não tem ações na bolsa de valores, saiba que também não está fora dessa. Os consumidores atuais usam seu poder de compra como poder político. Isso é, eles escolhem as marcas de quem consumir não só em base a fatores objetivos, como preço e qualidade, mas também (ou principalmente) levando em consideração os valores que as empresas praticam no seu dia a dia.  

O que são investimentos ESG? 

Os chamados investimentos ESG são uma categoria de investimentos sustentáveis. Seu foco vai além do lucro e pretende gerar um impacto social positivo que está além da questão financeira. 

Atualmente, existem fundos ESG, opções de investimento que trazem recursos de diferentes investidores, e os aplicam em investimentos sustentáveis. No Brasil e no exterior, existem diversas opções no mercado para investidores que desejam apostar em empresas que adotam práticas sustentáveis.    

Como me tornar uma empresa ESG? 

Se você deseja começar a aplicar os índices ESG na sua empresa, você deve começar se filiando ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas. Para isso, basta buscar no site oficial da ONU um escritório e assinar o termo de compromisso com a Agenda 2030. Com isso, você se compromete a fazer a sua empresa perseguir os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 

Depois, você pode realizar a Avaliação de Impacto do Pacto Global, também pela internet. Essa avaliação vai ajudar a empresa a entender melhor quais pontos deve priorizar para melhorar o seu indicador ESG. Você vai responder a uma série de perguntas, e o site vai indicar por quais dos ODS você deverá começar. 

Qual a relação entre energia solar e o índice ESG? 

Uma das metas de desenvolvimento sustentável da ONU diz respeito ao acesso amplo a uma fonte de energia barata e limpa. A energia solar cumpre exatamente esses dois critérios. 

Imagem: Tribunal de Contas de São Paulo

Ela é barata, uma vez que a radiação solar é gratuita e muito abundante no Brasil. E é limpa, uma vez que sua produção e seu uso não geram resíduos para a atmosfera, o solo ou a água. Essas duas características fazem da energia fotovoltaica uma das fontes energéticas mais sustentáveis que se conhece até hoje. 

Portanto, o uso da energia solar é uma ação ambiental sólida. O investimento em um sistema solar fotovoltaico é uma excelente maneira de melhorar o indicador ambiental (o “E” do ESG). Mas essa não é a única vantagem desse investimento. Como a energia solar é barata, sua instalação ainda vai representar uma grande economia na conta de energia para a sua empresa. 

Dessa forma, a energia fotovoltaica é vantajosa mesmo para as empresas que ainda não pensam em — ou não podem — abrir capital. A adoção de uma energia limpa terá um impacto positivo na reputação da empresa, o que pode ter reflexo nas oportunidades de negócio geradas. 

Para dar esse importante passo, confie sempre na experiência de uma empresa especialista na elaboração e instalação de projetos de energia solar. A SolarVolt foi fundada em 2013 e, de lá para cá, acumulou um portfólio com cerca de 1500 projetos. 

Entre nossos clientes, estão indústrias, comércios, condomínios residenciais, fazendas e outros perfis de negócios ou empreendimentos. Para cada um, elaboramos um projeto personalizado, para atender suas necessidades específicas. 

A SolarVolt tem uma equipe de engenheiros e técnicos atualizados, que estão sempre bem informados sobre as novidades do mercado e a regulamentação vigente no país. Assim, eles podem ajudar você a encontrar a melhor solução para o seu caso. Peça o seu orçamento e dê um grande passo para abocanhar o mercado dos investimentos ESG e sustentáveis!

Revisado por

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.