Como obter um bom financiamento para energia solar?

Como obter um bom financiamento para energia solar?

Você sabia que é possível financiar até 100% do seu sistema de energia solar fotovoltaica? Porém, existem algumas diferenças para a cessão do crédito para pessoas físicas e jurídicas. Além disso, benefícios especiais são concedidos a áreas de difícil acesso e zonas rurais.

Diante da presença de incentivos fiscais e políticos e do agravamento da crise energética brasileira, o mercado de energia solar no Brasil aumentou em 70% nos últimos anos. Em outras palavras, um número crescente de consumidores tem passado a perceber os sistemas fotovoltaicos como um investimento.

Descubra a seguir como você pode obter um bom financiamento para energia solar e passe a economizar até 90% em sua conta de energia o quanto antes!

1. Por quanto tempo vou precisar pagar pelo financiamento para energia solar?

Um sistema solar fotovoltaico é um investimento de longa vida útil. Com a tecnologia atual, estima-se que a durabilidade das placas esteja entre 25 a 35 anos, dependendo do fabricante, e dos inversores até 20 anos. Isso significa que o prazo de retorno varia caso a caso. Isto é, vai depender tanto do porte do seu empreendimento quanto do custo do projeto.

O que se observa é que esse investimento é especialmente interessante para quem consome grandes quantidades de energia. Assim, postos de gasolina, fazendas, hospitais e hotéis estão entre os investidores mais frequentes na tecnologia. Para esses perfis, o prazo de retorno pode ocorrer entre três a cinco anos. Mesmo sendo maior que isso, financiar placas fotovoltaicas é um investimento seguro, pois os preços da energia elétrica irão só aumentar.

Os prazos de financiamento variam de acordo com a linha e o perfil do cliente. Em geral, o cliente tem até 60 meses para pagar financiamentos de projetos comerciais e residenciais. No caso de instalações rurais, o prazo pode se estender por até 120 meses.

Apesar do investimento inicial ser alto, foram criados incentivos públicos e privados à adoção do sistema de Geração Distribuída (GD). Esses incentivos são expressos nas linhas de financiamento disponíveis para aquisição de equipamentos de energia solar.

2.  Quais linhas de financiamento para energia solar existem?

Financiamento é um contrato entre uma pessoa física ou jurídica e a instituição financeira, porém com destinação específica. Essa informação é importante para que você entenda o que irá encontrar por aí. As linhas de crédito oferecidas por bancos e outras instituições podem ser para investimento fixo, capital de giro ou misto. De modo geral, recomenda-se que, no caso de empresários, sejam priorizados financiamentos com máquinas, equipamentos e bens duráveis. Isso porque, nesses casos, os custos são menores e os prazos maiores, a aquisição de veículo ou de bem imóvel.

Para pessoas físicas, a situação irá variar de acordo, em especial, com o valor atualmente pago na conta mensal de energia. Hoje, há linhas de crédito disponíveis para pessoas físicas e jurídicas. A tabela a seguir traz os principais bancos e respectivas linhas de crédito para ambas as situações.

financiamento-para-energia-solarNo caso de produtores rurais, há algumas particularidades. A linha de crédito é o Inovagro, que pode ser concedido pela Caixa Econômica Federal (CEF Inovagro) ou pelo Banco do Brasil (BB Inovagro). Com taxas de 6,5% a.a. e prazo de 10 anos, três anos de carência e limite de crédito de R$ 1.100 milhão, as duas usam fundos do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). Se você é um associado do Sicredi, poderá contar com a linha de financiamento para energia solar.

Também existe a linha oferecida pelo Banco do Nordeste, o BNB FNE Sol, oferecido a projetos específicos para a região da SUDENE, no Nordeste do Brasil, Norte de Minas Gerais e Espírito Santo. Tem prazos de até 12 anos e taxas reduzidas que podem chegar a 7,65% a.a. Por fim, o BB Pronaf Eco, que usa recursos do BNDES, é destinado exclusivamente à agricultura e produção rural familiar. Neste caso, as taxas podem chegar a 2,5% a.a com prazo máximo de carência de até três anos.

3. Quais os requisitos para conseguir um bom financiamento?

É muito importante notar que essas linhas de crédito e financiamento mudam muito com o tempo. E os requisitos de cada linha são particulares, e podem sofrer alterações também. Por isso, recomendamos que você sempre busque informações atualizadas junto aos gerentes das instituições financeiras para saber como está funcionando. Desse modo, você poderá optar com segurança por um investimento seguro em uma fonte de energia limpa.

Entretanto, normalmente existe um mínimo de documentação que é exigida em quase todos os casos. Para pessoas físicas, é necessário comprovante de endereço, identidade e imposto de renda. Para pessoas jurídicas, é comum solicitarem contrato social, imposto de renda dos sócios, balanço dos últimos 3 meses e DRE, um relatório contábil, dos últimos 2 anos.

Portanto, para obter um bom financiamento para energia solar você deve informar-se sobre as taxas de juro, prazos e compará-las com outras fontes de investimento. Por fim, escolha a linha de crédito que mais beneficie você e/ou sua empresa, analisando cuidadosamente todas as informações antes de bater o martelo final.

Gostou desse conteúdo? Então siga-nos em nossas redes sociais para ficar por dentro de tudo sobre investimentos em energia solar fotovoltaica!

Natália Müller
Natália Müller

Analista de Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.