Com financiamento, energia solar pode se tornar realidade » SolarVolt

Como fazer para pagar minha usina fotovoltaica sem tirar dinheiro do bolso?

Como fazer para pagar minha usina fotovoltaica sem tirar dinheiro do bolso?

Adotar o uso de energia solar seja em empreendimentos, imóveis residenciais ou mesmo indústrias é uma decisão muito acertada, disso não há dúvidas. Sabemos, no entanto, que há quem não considere essa alternativa porque a implantação pode exigir um aporte financeiro inicial mais alto do que outras. Por isso, é importante conhecer o financiamento de energia solar.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, estamos falando de um investimento em energia solar, não de um gasto. Nesse sentido, o custo de aquisição e instalação retorna em pouco tempo e passa a dar lucro ao longo de seus vários anos de vida útil. Por meio de um financiamento, é possível diluir esse valor a ser pago sem sentir no bolso.

Quer saber mais sobre financiamento, energia solar e por quê usar essa alternativa? Veja os tópicos que vamos abordar e siga com a leitura!

  • Vale a pena fazer um investimento em energia solar?
  • Como usar a energia solar para ganhar dinheiro?
  • Financiamento de energia solar: por que usar?

Vale a pena fazer um investimento em energia solar?

A energia solar fotovoltaica já deixou de ser uma grande aposta e vem se consolidando como uma importante forma de se produzir energia em todo o mundo. No Brasil, é uma ótima opção, já que em todo o país temos uma alta taxa de insolação solar, o que é importante para a eficiência dos painéis fotovoltaicos, que transformam a radiação captada do sol em energia elétrica. 

Conheça algumas das razões pela qual esse é um bom investimento, mesmo por meio de um financiamento de energia solar:

Cada vez mais barata

A energia fotovoltaica cada vez mais faz parte da nossa matriz energética, e existe uma razão muito clara para isso: a redução dos preços. Em comparação com o ano de 2012, quando começou a despontar comercialmente no Brasil, os custos estão 80% mais baixos. Essa é uma queda bastante relevante, pois permite que a energia solar deixe de ser exclusividade da classe alta e se popularize.

Redução da conta

Quando um projeto de energia solar é bem dimensionado, ele pode chegar a produzir toda a quantidade de energia que a residência, condomínio ou estabelecimento necessita. Com isso, é possível reduzir em até 95% a conta de energia. 

Esse valor só não é zerado porque as concessionárias também cobram taxas, como a de uso da rede. Essa economia permite que, em prazos que costumam ir de 3 a 5 anos, em uso residencial, o valor investido já esteja de volta na carteira.

Manutenção simples

Ter uma mini usina em casa pode dar a impressão de que isso envolve muito comprometimento com a sua estrutura, mas não é verdade. Quem instala painéis fotovoltaicos não precisa ter grandes preocupações com manutenção: basta uma limpeza com água e esponja a cada seis meses. No caso de regiões muito chuvosas, a periodicidade pode ser até menor.

Sustentabilidade

Não podemos deixar de destacar as vantagens ambientais. Quem se preocupa em levar uma vida mais sustentável pode ter a confiança de que a energia solar é uma alternativa limpa, ou seja, que não lança gases que promovem o efeito estufa na atmosfera. Além disso, ela é renovável e sustentável – ajuda a garantir a possibilidade de vida na Terra por não se utilizar de recursos finitos.

Imagem: br.freepik.com

Como usar a energia solar para ganhar dinheiro?

Com a redução da conta de energia, assim que o valor investido é retornado, a pessoa que investiu nessa alternativa passa a ter ganhos com a decisão. Agora imagine como isso é vantajoso, considerando que o sistema tem vida útil de mais de 25 anos. É um ótimo retorno sobre o investimento.

São em torno de 20 anos de energia grátis. Além disso, o uso de energia solar produzida por você mesmo permite maior estabilidade em relação aos preços da energia vendida pelas concessionárias, que sofre aumentos constantes e é volátil até mesmo ao volume de chuvas.

Nesse sentido, fazendo os cálculos você percebe que a energia solar pode ser um investimento muito mais vantajoso do que outros produtos consagrados do mercado financeiro e que ela ainda serve como uma proteção segura contra as variações do setor elétrico brasileiro, que tem sofrido aumentos regulares acima da inflação.

Outra boa indicação de como usar a energia solar para se beneficiar financeiramente é por meio da valorização que ela traz aos imóveis e empreendimentos. Primeiro, é importante ter em mente que há pesquisas que indicam que as pessoas estão dispostas a pagar mais caro por imóveis capazes de produzir a própria energia, indicando uma valorização instantânea.

A valorização também conta muito em indústrias ou estabelecimentos comerciais. Nesse caso, estamos falando também do valor que é agregado à uma marca. O investimento em sustentabilidade e o bom uso do chamado marketing verde faz com que empresas se destaquem no mercado e chamem a atenção dos consumidores.

Financiamento de energia solar: por que usar?

Com todas essas vantagens listadas anteriormente, já é possível perceber que o investimento em energia solar é bastante rentável, além de sustentável. No entanto, mesmo com as quedas nos preços, não dá para dizer que é barato começar a utilizar energia solar. Infelizmente, os custos dos equipamentos e de instalação ainda são um pouco altos.

Mas nem por isso a alternativa deve ser descartada. Ela é tão vantajosa que vale sim a pena optar por um financiamento da energia solar, dado que os custos são recuperados em poucos anos. Continue com a leitura para saber mais!

Linhas de financiamento

O Brasil, hoje, possui uma extensa lista de linhas de financiamento para energia solar. Conheça algumas delas e escolha a que melhor se encaixa no seu projeto, para que ele não fique só no papel!

BNDES Finame – Baixo Carbono

O BNDES Finame – Baixo Carbono é a linha de crédito do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) para aquisição e comercialização de sistemas de geração de energia e de equipamentos com maiores índices de eficiência energética ou que contribuam para redução da emissão de gases de efeito estufa. 

Esse financiamento pode ser usado para sistemas de energia solar, aquecedores solares, ônibus e caminhões elétricos, híbridos e movidos exclusivamente a biocombustível, entre outros. Todos os produtos devem ser novos, de fabricação nacional e credenciados no Credenciamento Finame (CFI) do Sistema BNDES.

Todos os estados brasileiros são abrangidos por essa linha de financiamento.

CDC Sustentável

O CDC Sustentável, do Banco Santander, fornece crédito para compra de máquinas e equipamentos para geração de energia renovável, uso eficiente dos recursos naturais e tratamento de resíduos, incluindo, é claro, sistemas de geração de energia solar.

Proger Urbano Empresarial

O Proger Urbano Empresarial, do Banco do Brasil, financia a reforma, a modernização e a aquisição de bens sustentáveis para micro e pequenas empresas. Podem se candidatar empresas que faturam até R$10 milhões por ano e a linha de crédito financia até 80% do projeto proposto.

BDMG Fotovoltaico

O BDMG Fotovoltaico faz parte da linha de Crédito Verde do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). Esse financiamento de energia solar contempla a contratação indireta, via integradores de energia solar, para projetos fotovoltaicos focados principalmente para o autoconsumo. 

Podem se candidatar a recebimento desse crédito empresas de Minas Gerais que faturam até R$4,8 milhões por ano.

FCO Empresarial

O Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO Empresarial), do Banco do Brasil, é destinado a empresas que se dedicam a atividades produtivas nos setores industrial, agroindustrial, mineral, de turismo, de infraestrutura econômica e de comércio e serviços na região Centro-Oeste do Brasil e pode ser utilizada para seu financiamento de energia solar.

FNE Sol

O FNE Sol, do Banco do Nordeste, busca financiar sistemas de micro e minigeração distribuída de energia por fontes renováveis, para consumo próprio ou locação. Podem ser contemplados empresas, produtores rurais ou pessoas físicas da região Nordeste. Para saber mais sobre essa linha de financiamento de energia solar, confira o post no nosso blog:

Imagem: br.freepik.com

Cooperativas e consórcios de energia solar

Outra alternativa para financiamento de energia solar é a participação em cooperativas ou consórcios. Essas modalidades reúnem diversos consumidores para a instalação de um sistema fotovoltaico comum. 

Para montar uma cooperativa para construção da sua usina solar, basta encontrar pessoas com esse mesmo interesse, como proprietários de um condomínio fechado ou de propriedades rurais, por exemplo. 

Os consórcios funcionam de maneira similar às cooperativas, com a diferença de serem organizados por uma empresa e terem seu funcionamento fiscalizado pelo Banco Central do Brasil. 

O Banco do Brasil possui um consórcio especializado na aquisição da parte mais importante de qualquer sistema de energia solar: o Consórcio Placas Fotovoltaicas. O objetivo é financiar a aquisição e instalação de sistemas de energia solar novos sem juros e sem Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Há, ainda, outra opção simples e focada em energia solar: o Consórcio Nacional de Energia Solar. Esse consórcio oferece a oportunidade de planejar a aquisição de um sistema solar fotovoltaico instalado e legalizado, como uma poupança programada, com sorteios mensais e lances que podem ser utilizados para diminuir o valor das parcelas em aberto.

A SolarVolt é um concessionário autorizado do Consórcio Nacional de Energia Solar e nossa equipe pode auxiliar você em todas as etapas de inserção no programa. Além do consórcio, contamos com um time especializado em todos os tipos de financiamento de energia solar disponíveis no mercado, para que você faça a melhor escolha. Nossos profissionais vão acompanhar todos os processos do seu projeto, garantindo eficiência, economia e sustentabilidade para seu empreendimento. Entre em contato conosco pelo site e solicite um orçamento!

Revisado por:

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


Deixe uma resposta

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.