Preço da Energia Solar: entenda a real influência do dólar

Preço da Energia Solar: entenda a real influência do dólar

O preço da energia solar tem se tornado cada vez mais relevante no debate sobre fontes renováveis de energia, principalmente se tratando em um país como o Brasil. Isso porque, em um recente levantamento revelou que, entre 2012 e 2023, os investimentos em sistemas solares fotovoltaicos no Brasil alcançaram aproximadamente R$ 130,7 bilhões. 

Durante esse período, foram criados cerca de 780,1 mil empregos, e os negócios no setor de energia solar fotovoltaica resultaram em R$ 39,2 milhões em arrecadação para os cofres públicos. Esses dados são todos fornecidos pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

Mas, ao considerar a instalação de um sistema de energia solar fotovoltaica, é crucial entender como fatores econômicos, especialmente a flutuação do dólar, afetam o custo desses sistemas. Se você está pensando em investir em um sistema fotovoltaico, leia esse artigo para entender a influência do dólar no preço da energia solar aqui no país.

O impacto do dólar nos equipamentos de energia solar

Os equipamentos utilizados na energia solar fotovoltaica, como painéis solares e inversores, são em grande parte importados, principalmente da China. Isso significa que o preço da energia solar no Brasil é diretamente influenciado pela cotação do dólar. 

Quando o dólar aumenta, o custo dos equipamentos importados também sobe, elevando o preço final dos sistemas fotovoltaicos. Além disso, os impostos sobre esses produtos no Brasil são calculados com base no valor convertido para reais, o que é diretamente afetado pela taxa de câmbio.

Um fator que tem contribuído para atenuar a influência do dólar no preço da energia solar é a redução dos preços dos equipamentos no mercado internacional. Isso se deve ao aumento da produção em escala e da concorrência entre os fabricantes. 

À medida que a demanda global por energia solar cresce, os fabricantes buscam maneiras de reduzir custos e melhorar a eficiência, o que acaba beneficiando os consumidores com preços mais acessíveis.

O impacto do dólar no preço da energia solar nos dias de hoje

O dólar fechou 2023 com queda de 8%, o que mostra um momento acessível para o investimento em usinas solares. A redução na cotação da moeda americana tem levado a uma diminuição considerável nos preços dos módulos e inversores fotovoltaicos, a maioria dos quais é importada da China. Esses componentes representam cerca de 40% do custo total de uma usina solar. 

Como resultado, tanto grandes quanto pequenos consumidores estão experimentando uma economia nos custos de implantação, com uma redução média de 10% em comparação aos preços de 2022. Com isso, o momento atual apresenta uma oportunidade ímpar para a implementação de sistemas solares a preços mais acessíveis.

Estratégias para lidar com a flutuação cambial

Para quem está considerando investir em energia solar, é importante estar ciente das estratégias para lidar com a flutuação cambial. Uma delas é acompanhar o mercado e escolher o momento certo para comprar os equipamentos, aproveitando períodos de baixa do dólar. Outra estratégia é buscar financiamentos e incentivos governamentais que podem ajudar a mitigar os custos iniciais.

Interesse internacional e desenvolvimento local

O crescente interesse de fabricantes internacionais no mercado brasileiro de energia solar representa um aspecto positivo para o setor. Esse interesse pode resultar na instalação de unidades de produção locais, o que contribuiria para a redução dos custos de importação e, por consequência, diminuiria o preço da energia solar no Brasil. Além disso, a fabricação local fomentaria a criação de empregos e o desenvolvimento de tecnologias adaptadas às condições do Brasil.

Crescimento do setor de energia solar no brasil

O setor de energia solar no Brasil tem mostrado um crescimento importante, especialmente nos últimos cinco anos. A capacidade instalada ultrapassou 34 gigawatts, o que representa uma parcela significativa da matriz elétrica do país. Este avanço é impulsionado tanto pela geração distribuída quanto por grandes parques solares, beneficiados pela redução dos custos, avanços tecnológicos e acesso a financiamentos viáveis. 

O governo brasileiro e o BNDES desempenham papéis cruciais no apoio e fomento ao setor de energia solar. Adicionalmente, o setor tem despertado interesse no mercado de fusões e aquisições, evidenciado pelos significativos investimentos e expansão de projetos. A expectativa é que a energia solar continue em sua trajetória de crescimento, consolidando-se como uma fonte dominante na matriz energética do Brasil.

Custo-benefício

Um dos motivos também é o excelente custo-benefício. A combinação de redução dos preços internacionais, incentivos locais e o potencial solar do país tornam o investimento em energia solar particularmente atraente. Mesmo com a flutuação do dólar, o retorno sobre o investimento em energia solar é rápido, tornando-o uma opção financeiramente viável.

Vantagens do investimento em energia solar

Investir em energia solar fotovoltaica tem se tornado cada vez mais atraente devido às suas  vantagens. Mesmo diante de flutuações cambiais, a energia solar se destaca como uma escolha inteligente tanto para economia quanto para sustentabilidade. Aqui estão algumas das principais vantagens de se investir em energia solar:

  • Economia na conta de luz: um dos benefícios mais imediatos da energia solar é a redução significativa nos custos de energia elétrica. Os sistemas solares fotovoltaicos podem proporcionar uma economia de até 95% na conta de luz;
  • Valorização do imóvel: imóveis que possuem sistemas de energia solar instalados tendem a ter um valor de mercado mais alto. A presença de uma fonte de energia renovável é um atrativo a mais para compradores e locatários;
  • Sustentabilidade ambiental: a energia solar é uma fonte limpa e renovável, o que significa que sua utilização contribui para a redução das emissões de gases de efeito estufa. 

O futuro da energia solar no brasil

A ascensão da energia solar no Brasil é promissora. Com o aumento da conscientização sobre as mudanças climáticas e a necessidade de fontes de energia limpas, espera-se que a demanda por energia solar continue crescendo. 

Além disso, os avanços tecnológicos e a potencial produção local de equipamentos devem contribuir para a redução do preço da energia solar, tornando-a ainda mais acessível para os consumidores brasileiros.

Ainda com base em dados da ABSOLAR, espera-se que o setor de energia solar no país alcance um faturamento estimado em cerca de R$ 100 bilhões até 2030. Vale ressaltar que o Brasil é um dos países signatários do Acordo de Paris, cujo objetivo central é combater o aquecimento global.

Conclusão

Entender a influência do dólar no preço da energia solar é fundamental para quem está planejando investir nessa tecnologia. Apesar dos desafios relacionados à flutuação cambial, os benefícios da energia solar, incluindo economia na conta de luz, sustentabilidade e valorização do imóvel, fazem dela uma opção de investimento atraente. Com a expectativa de redução dos custos e o aumento da produção local, a energia solar tem um futuro brilhante no Brasil.

Se você está interessado em energia solar fotovoltaica e deseja saber mais sobre o preço da energia solar e como o dólar influencia essa tecnologia, considere entrar em contato conosco para obter mais informações e um orçamento!

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.