Instalação de Painel Solar: no Telhado Ou no Solo? — Entenda as Diferenças

Instalação de Painel Solar: no Telhado Ou no Solo? — Entenda as Diferenças

Já se sabe que vale muito a pena investir na instalação de painel solar tanto em imóveis residenciais quanto em empreendimentos comerciais. Ele gera economia para quem usa e agrega muito valor para vendas, isso sem contar as vantagens ambientais, que são muitas e fundamentais para o desenvolvimento sustentável.

É preciso ter em mente, entretanto, que não basta apenas optar pelo uso da energia fotovoltaica. Esse tipo de produção de energia hoje é muito versátil e adaptável às condições dos imóveis ou dos terrenos. 

Mas essa versatilidade faz com que seja necessário conhecer as características de cada opção para se tomar decisões que garantam maior eficiência energética.

Por isso, hoje vamos nos dedicar a falar sobre a diferença entre a instalação de painel solar no solo e a no telhado, contando os benefícios de cada alternativa. Neste artigo, vamos desenvolver os seguintes tópicos:

  • O que é uma placa solar?
  • Decidi instalar placas fotovoltaicas. E agora?
  • Onde instalar o painel?
  • Experiência na instalação de painel solar é essencial?

Continue a leitura para saber mais sobre esse comparativo de vantagens e desvantagens!

O que é uma placa solar?

O efeito fotovoltaico é um processo físico-químico que cria tensão ou corrente elétrica em um determinado material após a sua exposição à radiação solar. E a energia conhecida como solar é produzida exatamente por meio da utilização desse processo: a radiação proveniente da luz do sol é convertida em eletricidade por meio de células feitas de materiais semicondutores – normalmente silício.

O equipamento produzido para realizar esse processo de conversão é chamado de placa solar. Na sua produção, as células solares fotovoltaicas são instaladas em um painel de vidro especial projetado para refletir pouco a luz. Esses são os elementos principais, mas também há outros materiais, que garantem segurança e durabilidade. É um equipamento de grande vida útil, que dura, em média, até 25 anos.

Já que se utilizam da radiação do sol, essas estruturas, também conhecidas como placas fotovoltaicas, não podem ser instaladas de qualquer forma ou em qualquer lugar. Elas precisam, é claro, ser posicionadas de maneira que estejam em contato com a iluminação natural durante o maior tempo possível.

Quando alguma coisa no terreno ou no projeto impede que as placas solares fiquem expostas à radiação todo o dia, ainda assim é possível utilizar a energia solar. Nesses casos, a produção por placa será um pouco menor, o que pode significar uma necessidade de instalar mais placas para atender a necessidade total. 

É exatamente por isso que é imprescindível que seja feito um planejamento técnico quando se decide realizar a instalação de um painel solar. A elaboração de um bom plano proporciona mais eficiência energética e, consequentemente, garante também maior economia para quem vai fazer uso do sistema.

Decidi instalar placas fotovoltaicas. E agora?

Um passo muito importante que deve ser tomado logo no início do planejamento é o cálculo da necessidade energética do empreendimento em questão. A partir desse número é feita a decisão sobre os materiais das placas fotovoltaicas e a quantidade necessária.

Quando estamos falando de um empreendimento que ainda será construído, todo o planejamento pode ser feito levando em consideração a possibilidade dos painéis estarem integrados à arquitetura da construção. Um exemplo desse uso é a utilização em fachadas de prédios, com a tecnologia Building Integrated PhotoVoltaics (BIVP).

Já no caso de uma instalação de painel solar posterior à construção, em uma propriedade pronta, o projeto deve levar em conta as características originais da construção para que a implementação seja realizada de forma correta. Em ambos os casos, é preciso contar com o apoio de profissionais capacitados.

Composição do kit de painel solar

A placa solar é o que efetivamente permite a produção de energia elétrica dentro de um sistema fotovoltaico, mas a instalação demanda que se adquira não só ela, mas um kit de painel solar. Trata-se de um conjunto composto pelos painéis e pelos outros equipamentos necessários para a estabilização e o funcionamento do sistema. Os principais elementos do kit são:

  • Estruturas de fixação, que devem ser adequadas ao espaço onde vai acontecer a instalação do painel solar;
  • Cabos e conectores especiais para corrente contínua;
  • Inversor solar, um equipamento eletrônico que realiza a conversão da corrente contínua, produzida nas placas, em corrente alternada, funcionando como um adaptador de energia;
  • String box, um aparelho responsável pela segurança do sistema, protegendo-o de acidentes, como curto-circuitos;
  • Baterias e controladores de carga, que controlam o armazenamento e o gerenciamento da energia. São utilizados apenas nos sistemas off-grid, aqueles que não são conectados à rede elétrica.

Vale lembrar que, além do espaço físico, o kit para instalação de painel solar deve ser escolhido levando em consideração outros elementos importantes, como a capacidade de produção necessária, o objetivo do uso da energia produzida e as condições estabelecidas pela concessionária de energia da região.

Onde instalar o painel?

Agora que já falamos dos principais itens relativos ao planejamento, podemos dar mais um passo e tratar sobre as diferenças entre se colocar os painéis solares no telhado de uma propriedade ou diretamente no solo

Essas não são as únicas opções: eles podem ser implantados até mesmo na água, em estruturas flutuantes. Mas telhados e solo certamente são as maneiras mais convencionais e mais utilizadas.

Mas antes de entrar em aspectos específicos de cada uma das opções, é bom lembrar do que é comum, não é? Na hora de decidir começar a utilizar energia fotovoltaica, dois elementos são primordiais: espaço e incidência solar.

Mesmo que algumas estruturas e adaptações possam ajudar, o kit de painel solar só poderá ser instalado se esses elementos forem garantidos. E quando falamos da incidência, é essencial levar em conta o fator sombreamento. 

Imagine colocar os painéis em um lugar e descobrir posteriormente que, durante a maior parte do dia, um prédio vizinho faz sombra no ponto em questão?

Construções próximas, árvores, chaminés e estruturas de caixas d’água são alguns exemplos do que pode criar uma sombra tanto no telhado quanto no solo e reduzir a capacidade dos painéis solares de produzir energia elétrica.

Como instalar painel solar no telhado?

Um importante elemento para se considerar quando falamos de instalação de painel solar no telhado é a direção para a qual ele está voltado. Por quê? Como sabemos, o sol se move durante o dia, nascendo no leste e se pondo a oeste. 

No caso do Brasil, que está no hemisfério sul, essa trajetória faz com que orientações para norte, noroeste e nordeste garantam mais exposição à luz ao longo do dia.

Telhados voltados para leste e oeste também podem gerar bons resultados nesse sentido e podem ser uma opção muito boa se a intenção for garantir uma produção energética maior no turno em que o lado para o qual o telhado está voltado esteja mais exposto.

Outro fator relevante é a inclinação da estrutura do telhado. As tecnologias de fixação de hoje em dia já permitem que o kit de painel solar seja colocado em estruturas com qualquer inclinação, mas o ângulo pode, sim, influenciar a incidência solar. Por isso, o planejamento deve ponderar a relação entre a inclinação e a latitude do imóvel em questão.

Ainda é preciso que um profissional avalie as condições do telhado. Qual é a sua idade? Seu material ainda parece bastante resistente? Ele pode aguentar o peso dos painéis por um longo período? 

Como já mencionado anteriormente, o kit de painel solar dura até 25 anos, então, como instalar um painel solar no telhado, se essa cobertura precisar ser trocada em breve?

Se todos os pontos acima foram analisados e estão adequados, o telhado é uma boa alternativa, especialmente porque não ocupa espaço de circulação em um terreno. Em caso negativo, não desista. Existem outras opções, como a que destacamos abaixo.

Instalação de painéis solares no chão: vale a pena?

Apesar de parecerem muitos detalhes, são poucos os telhados realmente inadequados para a inserção de placas solares. Ainda assim, é imprescindível que um estudo minucioso sobre as condições seja realizado. 

Quando se trata da instalação de painéis solares no chão, é ainda mais simples: basta ter espaço e a garantia de que o sombreamento não vai atrapalhar. No solo, a fixação da estrutura é mais prática, tem menos riscos e é mais fácil de ajustar a inclinação para que a incidência solar seja ideal. 

Normalmente, essa alternativa também permite que sejam planejados projetos maiores, com maior quantidade de módulos fotovoltaicos na composição do sistema. Isso é importante se houver grande demanda de energia elétrica.

O maior ponto contra realmente é o espaço, que pode ficar comprometido pela instalação do painel solar caso não seja muito grande. E se estivermos pensando em áreas urbanas, de maior densidade demográfica, é bom também ponderar se existem grandes chances de um novo empreendimento causar sombreamento em poucos anos. Mas nem isso é um impedimento, dado que os painéis podem ser realocados em caso de necessidade.

Experiência na instalação de painel solar é essencial?

Agora você já conhece as vantagens e desvantagens das duas principais formas de instalação utilizadas. A decisão por uma das opções deve ser feita a partir de uma análise estrutural com embasamento técnico-científico, realizada por profissionais habilitados para o desenvolvimento deste trabalho.

Experiência na função também é importante. Mesmo que essas alternativas sejam inviáveis ou não sejam as melhores, o conhecimento, a prática e competência de quem realiza a análise e o dimensionamento são determinantes para a consideração de outras alternativas. Dois exemplos são a construção de uma garagem coberta por painéis solares ou a adoção de modalidades como o autoconsumo remoto.

Em um investimento tão sério, conte com uma empresa qualificada como a SolarVolt. Nossos consultores estão aptos a fornecer para os clientes as informações necessárias sobre regulamentação, viabilidade técnica e financeira, o que permite assertividade na decisão.

Somos pioneiros na instalação de painel solar, especializados em desenvolver projetos e soluções exclusivas há quase 10 anos. Durante esse tempo, já acumulamos um portfólio com 1500 projetos homologados em 11 estados brasileiros. Com responsabilidade, podemos avaliar as alternativas mais eficientes para seu objetivo. Entre em contato conosco para tirar suas dúvidas e fazer um orçamento!

Revisado por

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.