Sistemas fotovoltaicos estão protegidos contra descargas elétricas?

Sistemas fotovoltaicos estão protegidos contra descargas elétricas?

Na corrida global para enfrentar as mudanças climáticas e buscar alternativas energéticas mais limpas, a energia solar se destaca como uma solução promissora. Com o crescente aumento nas tarifas de energia elétrica, as pessoas, as empresas e até mesmo os governos estão buscando maneiras de cortar custos e reduzir sua pegada de carbono. Para isso, investir em um sistema de energia fotovoltaico é uma importante solução, com isso esse artigo vai se mostrar como você pode fazer a  proteção de sistemas fotovoltaicos. 

 Nesse cenário, os sistemas fotovoltaicos têm se consolidado como uma opção viável e atraente. Entretanto, à medida que esses sistemas são instalados ao ar livre, expostos a todo tipo de condições climáticas, uma pergunta se torna inevitável: como essas instalações estão protegidas contra descargas elétricas, como raios? Esta análise detalhada mergulha fundo nesta questão, fornecendo insights sobre sua resistência e adaptabilidade.

 A profundidade dos sistemas fotovoltaicos

Os sistemas de energia solar podem ser categorizados em dois tipos: isolados e conectados à rede.

  • Sistemas Isolados: Operam de forma independente, sem conexão com redes externas de eletricidade. Alimentam diretamente os dispositivos e utilizam baterias para armazenar energia para consumo contínuo.
  • Sistemas Conectados à Rede: Complementam a fonte de energia convencional, possibilitando que o excesso de energia gerada seja revertido em créditos na conta de luz.

Independentemente do tipo, os componentes fundamentais são:

  • Painéis solares: A face visível da energia solar, esses painéis absorvem a radiação e a transformam em corrente contínua.
  • Inversor: Este dispositivo garante que a energia gerada seja compatível com nossos aparelhos domésticos, convertendo corrente contínua em alternada.
  • Controlador de carga e Baterias: Especificamente nos sistemas isolados, garantem que a energia seja armazenada e utilizada de maneira otimizada.

O escudo contra descargas elétricas

Os painéis solares, por estarem expostos, são suscetíveis a intempéries. A proteção contra descargas elétricas é essencial para a preservação e eficiência dos sistemas.

  • Para-raios: Uma linha de defesa primária. Atuam como um guia para descargas elétricas, assegurando que raios sejam adequadamente direcionados para a terra, minimizando o risco para os painéis e outras estruturas.
  • Protetores de surto (DPS): Estes são os guardiões dos circuitos. Reduzem picos de tensão e desviam correntes excessivas, protegendo equipamentos sensíveis. A proximidade com o inversor é essencial para sua eficiência.
  • Rede de Terra: Essencial para a proteção geral, assegura a dissipação adequada de descargas elétricas, mantendo os sistemas e as estruturas circundantes seguros.

A implementação e manutenção como chave para a segurança

A implementação adequada e a manutenção contínua são aspectos fundamentais que garantem a longevidade e a eficácia dos sistemas fotovoltaicos. Não basta apenas instalar e esperar que tudo funcione sem problemas ao longo dos anos. Assim como qualquer outro sistema complexo, a energia solar requer uma abordagem meticulosa em todas as suas fases para assegurar seu desempenho e segurança.

  1. Planejamento e Implementação Estratégica

Antes de qualquer instalação, é essencial realizar um estudo minucioso do local. Este estudo deve levar em consideração vários fatores, como a orientação dos painéis solares, a inclinação ideal, as condições climáticas da região e potenciais obstáculos que possam afetar a eficiência dos painéis. Uma implementação inadequada pode não apenas reduzir a eficiência energética, mas também aumentar a vulnerabilidade dos painéis a intempéries e potenciais descargas elétricas.

Além disso, a seleção dos componentes, desde painéis a inversores e DPS, deve ser feita com critério, optando sempre por equipamentos certificados e de confiança no mercado. A instalação também deve ser realizada por profissionais capacitados e com experiência comprovada, garantindo que todos os componentes estejam devidamente conectados, aterrados e protegidos.

  1. Manutenção Preventiva

Assim que o sistema estiver operacional, é crucial estabelecer um plano de manutenção preventiva. A limpeza regular dos painéis solares, por exemplo, é fundamental para garantir que a sujeira ou detritos não reduzam a capacidade de absorção de luz dos painéis. Além disso, inspeções periódicas podem identificar e corrigir problemas menores antes que se tornem questões mais graves, como falhas em componentes ou conexões defeituosas.

Os sistemas de monitoramento também são aliados valiosos, pois permitem que os proprietários ou responsáveis acompanhem o desempenho do sistema em tempo real. Qualquer anomalia ou queda abrupta na produção de energia pode indicar um problema que precisa ser abordado rapidamente.

  1. Resposta a Intempéries e Contingências

Apesar de todos os cuidados, a natureza pode ser imprevisível. Eventos climáticos extremos, como tempestades, vendavais e granizo, podem afetar o sistema fotovoltaico. Por isso, é vital ter um plano de resposta a estas contingências. Este plano deve incluir inspeções pós-eventos climáticos, avaliações de possíveis danos e reparos necessários.

Ademais, sistemas de proteção, como os DPS, devem ser verificados regularmente para assegurar que continuem a funcionar como esperado, protegendo o sistema contra surtos e descargas elétricas.

Conclusão

À medida que avançamos para um futuro mais verde, a adesão aos sistemas fotovoltaicos representa um passo significativo na direção certa. Não apenas oferecem uma fonte de energia renovável, mas também um alívio para nossas carteiras diante dos crescentes custos da eletricidade tradicional. 

No entanto, como qualquer tecnologia, eles vêm com seus próprios conjuntos de desafios, sendo a proteção contra descargas elétricas um dos mais proeminentes. Através de uma implementação e manutenção cuidadosas, é possível superar esses desafios, garantindo que nossos investimentos em energia solar sejam seguros e duradouros. No grande esquema das coisas, os sistemas fotovoltaicos não são apenas uma opção energética; são um símbolo de nosso comprometimento com um futuro mais sustentável e promissor para as próximas gerações.

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


3 Respostas a “Sistemas fotovoltaicos estão protegidos contra descargas elétricas?”

  1. Giuliano disse:

    Ola, gostaria de orientar para uma informação incorreta neste bom artigo. O que tem 25 anos é a GARANTIA dos painéis que o fabricante fornece de que ele terá mais de 80% de produção ao fim deste período, e isto não quer nem ao menos sugerir de que daqui a 25 anos o sistema ou os painéis não mais produzirão ou serão descartados.
    A VIDA ÚTIL de um sistema deve ultrapassar os 40 ou 50 anos facilmente, uma vez que a GARANTIA é de 25 anos.
    Abraço

    1. Neto Rodrigues disse:

      Boa noite, Giuliano. Você tem razão. Consertamos o texto. Muito obrigado por apontar a correção.

  2. Ademir disse:

    Boa noite Gabriel! Nos projetos de Instalação de Geração de Energia Fotovoltaica, jah estão incluídos os sistemas de Aterramento e Para Raios ou não?

Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.