Tire suas dúvidas sobre durabilidade de módulos fotovoltaicos

Tire suas dúvidas sobre durabilidade de módulos fotovoltaicos

Quem nunca reclamou do valor da conta de luz? Em época de crise energética, bandeiras tarifárias e crescente conscientização para preservar o meio ambiente, as fontes de energia alternativas chamam cada vez mais atenção. Mesmo assim, muita dúvida ainda existe a esse respeito. Quais são as melhores (e mais baratas) formas de se produzir energia limpa? É possível instalar na residência? Esses sistemas são eficientes? Para tirar essas dúvidas, vamos tratar do aproveitamento da energia solar por meio dos módulos fotovoltaicos, sua capacidade de produzir energia e durabilidade.

Afinal, como funciona a energia solar?

Existem basicamente dois tipos de sistemas para captar energia do sol: os térmicos e módulos fotovoltaicos. O primeiro serve para aquecimento, sendo mais indicado para chuveiros, por exemplo. Já o segundo, objeto do nosso artigo, é voltado para a produção de energia elétrica.

Eles podem ser usados em locais como sistemas isolados sem acesso à energia elétrica (off grid), ou ligados a uma rede de energia elétrica (grid tie) para redução de consumo.

Qual a durabilidade dos materiais utilizados?

Alguns fatores como a exposição a fatores climáticos influenciam bastante na vida útil dos equipamentos. Sabe-se que os sistemas isolados necessitam de maior manutenção do que os conectados à rede.

Estima-se que os painéis cheguem a durar de 30 a 40 anos, sendo que, no geral, durante os primeiros 25 anos os fabricantes garantem que continuarão com um potencial de produção de pelo menos 80% da potência indicada na folha técnica.

Não existem ainda muitos estudos capazes de aferir com exatidão a partir de que momento os painéis deixariam de produzir energia. Contudo, há relatos de que alguns continuaram gerando energia mesmo após o decurso do tempo de vida útil indicado pelos fabricantes.

A durabilidade tende a aumentar com a tecnologia. Se realizarmos uma comparação com os painéis produzidos no ano de 2000 para os dias de hoje, já é possível perceber um aumento da durabilidade. Conforme pesquisas realizadas, houve uma diminuição da degradação de 0,5% para 0,4% para os painéis feitos com silício monocristalino.

Como cuidar dos equipamentos?

Existem alguns cuidados básicos que podem ser tomados para evitar a deterioração dos painéis e garantir que sejam usados por mais tempo. Muitas vezes, o vento carrega consigo folhas e galhos de árvore que podem riscar a superfície dos painéis, portanto considere deixá-los em um lugar que tenha algum tipo de proteção. Na hora de realizar a limpeza verifique as orientações do fabricante. Evitar realizá-lo quando os painéis estiverem muito quentes, utilize a água da mangueira para tirar os resíduos de poeira e limpe a superfície com água morna e sabão.

Quais são as vantagens dos módulos fotovoltaicos?

Ao optar por um sistema de energia limpa e renovável, como a utilização da energia solar, estamos contribuindo para causar menos impactos à natureza, com a vantagem de reduzir os custos de consumo de energia.

Caso você venha a produzir mais energia solar do que consome, além de não pagar nada, será possível gerar um crédito (desconto) para o mês seguinte. Para isso, a concessionária de energia elétrica faz a troca do medidor por um relógio bidirecional. É como se você devolvesse energia ao relógio cada vez que produzisse acima do consumo.

O que você achou dos módulos fotovoltaicos na produção de energia? Acompanhe o nosso blog para saber mais e deixe seu comentário.

SolarVolt Energia
SolarVolt Energia

Empresa especializada em Energia Solar


Deixe um comentário

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.